Rastreamento

Rastreamento

Esta seção é dedicada a uma das principais atividades da ONG: rastreamento familiar.

Rastrear famílias trata-se de buscar, em casos individuais, pela família original das vítimas de privação do direito humano a identidade, principalmente, devido à registros de nascimento falsos.

A partir de atividades de rastreamento de famílias, a ONG dá acesso ao direito humano à identidade.

O rastreamento familiar no Brasil é igualmente essencial, como o rastreamento fora do Brasil. Tanto a mãe quanto a criança são vítimas de violação de direitos humanos no caso denominado “Brazil Baby Affair”. Como conseqüência, eles são incapazes de procurar um pelo outro. É aí que a ONG entra em ação, para oferecer apoio na busca internacional.

A ONG não faz diferença entre os interesses da mãe e do/a filho/a. Portanto, as atividades da ONG no rastreamento individual consistem de uma abordagem objetiva baseada em direitos humanos igualitários. Não cabe à ONG escolher lados, no caso de os direitos da mãe ou de seu filho possam estar em conflito com direitos de privacidade.